quarta-feira, 8 de setembro de 2010

As mulheres tímidas

É preciso tomar cuidado com as mulheres tímidas!

Não há como saber quais segredos se escondem atrás de sua timidez

pode ser puro amor
ternura
ou malícia sem fim

Elas nos cativam facilmente
nos envolvem em seus mistérios

mistérios que eu preciso decifrar

O que ela esconde atrás dessa timidez
pode ser minha vida
minha alma
talvez felicidade

As mulheres tímidas
ao contrário do que se pensa
tendem à ter personalidades fortes

...e eu adoro mulheres que se zangam comigo
nunca admirei mulheres submissas

As mulheres tímidas são as mais interessantes
pois, ao contrário das escandalosas
que carregam a máscara do ego à flor da pele
é preciso conhecer bem uma mulher tímida para saber quem ela é

e isso sempre acontece aos poucos
o que me mantém sempre interessado
sempre sedento para descobrir mais um dos segredos
que repousa em seu sorriso

A verdade é que as mulheres tímidas cativam nossa imaginação
e talvez por isso as vezes projetamos nelas nossos desejos
nossas fantasias
nossas ilusões

As transformamos em potenciais mulheres ideais
papel que injustamente esperamos que elas cumpram
e que poucas podem cumprir

Lembre-se que sempre é preciso tomar cuidado com as mulheres tímidas
uma delas pode ser tua vida!

As vezes é preciso um pouco de iniciativa
para que a mulher tímida
seja um dia íntima

caso contrário,
a timidez que encanta
pode transformar-se em barreira
e permanecer distância

O problema é que a timidez é contagiante
e perante as mulheres tímidas nos sentimos sem-jeito
viramos adolescentes
crianças

Diante delas é preciso ser sincero

Não há um homem neste mundo
que diante de uma mulher tímida
não tenha caído aos seus pés

Elas são tímidas
mas são poderosas

É que na verdade sua timidez é apenas precaução

elas não são burras!

Enquanto passamos noites sonâmbulas
nos debruçando compulsivamente sobre seus mistérios
elas já sabem tudo sobre nós

então tenha cuidado
e nunca se esqueça
que uma mulher tímida...
pode ser a tua vida!

- Bartolomeu Parreira Nascimento - Maringá 2010

2 comentários:

Renata disse...

Lindo, me vi nesse poema! Maravilhoso, delicado e diz tudo de uma forma linda...
Renata.

Bartolomeu Parreira Nascimento disse...

Obrigado Renata!