segunda-feira, 23 de maio de 2011

Quando venha o frio austral

Que venha o frio
que ainda não chegou

Tomaremos chocolate quente
com conhaque
e as vezes quentão

Tomaremos muita cachaça
e ao trocar idéia
...sairá vapor de nossas bocas

Que venha o frio
para que não acorde suado
quando durmo de conchinha

O abraço será nosso abrigo
e o calor humano,
a medida da felicidade

Que venha o frio
para que os Ypês da UEM floresçam
e amanheçam na neblina

A vida será mais linda
quando chegue o frio austral

E nossas noites serão de calma e carinho

- Bartolomeu Parreira Nascimento - Maringá 2011